6 de mar de 2011

Realidade

"Acredito que as pessoas são inocentes por natureza."

Parece que tudo voltou ao normal, incluindo essa criação de possibilidades.
Tem que ter alguma forma de me livrar disso. E parece que as pessoas sabem e tentam contribuir para esse problema.
Insegurança é o efeito ou a causa disso?

Leia umas coisas, reveja umas fotos, reflita um pouco.
Tire conclusões daquilo que as pessoas têm a lhe oferecer e em quem você deve confiar.
Depois de uma análise assim, é difícil surgir problemas indecifráveis e que estragam cabeças alheias.

Enquanto a solidão bate sozinha, a endorfina e umas outras conversas vão suprindo o tempo e responsabilidades.
Ainda bem que eu registrei. E esse também.
Não sei o que acontece, só quero que passe logo e leve essa paranóia junto.
Nem eu entendo.
Só eu entendo.

As estrelas não são as mesmas sem seu carinho.

Nenhum comentário: